top of page
Buscar

Abastecer o caminhão ficou R$ 300 mais caro após aumento do diesel

Blog do Caminhoneiro | 05/09/2023

Desde o dia 16 de agosto, o caminhoneiro tem gastado cerca de R$ 300 a mais para completar o tanque do caminhão. Os dados foram disponibilizados em um levantamento feito pelo Índice de Preços Ticket Log (IPTL), que consolida o comportamento de preços das transações nos postos de combustível.


De acordo com o IPTL, o preço do diesel disparou nas bombas de abastecimento do País após o último reajuste de 25,8% no valor repassado às refinarias, válido desde o dia 16 de agosto.

O índice destaca que, no dia 10 de agosto, o litro do diesel comum foi comercializado a média de R$ 5,11 e passou para R$ 5,28 no dia 16 e R$ 5,76 no dia 17. O preço do combustível registrou uma variação de +18,40% entre os dias 10 e 24 de agosto.

Já o diesel tipo S-10, com menor teor de enxofre, apresentou uma variação de +19,05% no mesmo período. No dia 10 do mês passado foi encontrado a média de R$ 5,25 e subiu para R$ 5,45 no dia 16 e para R$ 5,94 no dia 17.

“Considerando esses valores, no dia 10 de agosto os caminhoneiros chegaram a pagar, em média, R$ 2.749 para encher com diesel comum um tanque com capacidade para 540 litros e esse valor subiu para R$ 3.110 no dia 17. Já para encher com o tipo S-10 o valor passou de R$ 2.835 em média no dia 10 para R$ 3.207 no dia 17 de agosto”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mobilidade da Edenred Brasil.

Considerando o mesmo período, todas as regiões brasileiras registraram aumento no preço dos dois tipos de diesel, com destaque para o Centro-Oeste, onde a variação chegou a 24,60% para o diesel comum e 21,19% para o diesel S-10.

Comments


bottom of page