Buscar

ALMT aprova Câmara Temática para estudar as concessões e os pedágios em Mato Grosso

Fonte: Bem Notícias

16/02/2022


O deputado estadual Faissal Calil (PV) propôs, na última quarta-feira (9), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), a criação de uma Câmara Setorial Temática (CST) que terá como objetivo estudar, discutir, avaliar, acompanhar, e propor medidas referentes às concessões de serviço público de construção, manutenção e exploração de rodovias situadas no Estado de Mato Grosso. O projeto foi aprovado por maioria simples.


Com prazo de atuação de 180 dias, prorrogáveis por mais 180, a proposta de instalação da Câmara Setorial, segundo o deputado, se deve ao fato de que recursos estão sendo destinados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para as concessionárias se que haja a devida transparência que se espera nesses contratos. Faissal alerta que cerca de R$ 200 milhões, foram desembolsados, resultando em prejuízos para a população, que paga um preço alto no pedágio e sofre com a precariedade da via.


“O Governo de Mato Grosso está cometendo uma atrocidade com a população do norte do nosso estado. Quando instituiu o pedágio da MT-320, teve como única finalidade aferir lucro e aumentar impostos. Colocou mais de R$ 10 milhões nos cofres públicos e nada fez. Como Alta Floresta, Colíder e Nova Canaã, por exemplo, que sofrem com essa rodovia. O serviço é péssimo e o custo do pedágio é altíssimo. Pedimos a instalação da Câmara Temática para discutir todos os pedágios de rodovias mato-grossenses. Nada tem sido feito, nem mesmo um tapa-buracos. Queremos saber onde estão estes recursos oriundos do BNDES e onde eles foram investidos”, afirmou Faissal.


Participarão como membros, além de Faissal, que presidirá os trabalhos, os deputados estaduais Gilberto Cattani (PSL), Xuxu Dalmolin (PSC) e Delegado Claudinei (PSL). Também atuará na Câmara Temática, na condição de relator, o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Mato Grosso (Sindmat) Eleus Vieira de Amorim. Completam o grupo João Carlos Ribeiro da Silva, representante da Cooperativa de Transportes e Serviços (Bigcooper), Paulo Rogério de Oliveira, advogado em Colíder, Elaine Antunes, vereadora de Tangará da Serra, Darli Luciano da Silva, vereador por Alta Floresta e Marcelo Fraccari Canova, vereador por Colíder.