top of page
Buscar

Autorizadas obras do trecho 3 da Rota Bioceânica no Paraguai

Portal Be News | Atualizado em: 8 de abril de 2024 às 2:46


O trecho 3 da Rota Bioceânica no Paraguai abrange a rota PY15, que tem 225 km de extensão e vai ligar as cidades de Mariscal Estigarribia e Pozo Hondo, na região do Chaco (Foto: Mairinco de Pauda/Rota Bioceânica)


Setor tem 225 km de extensão e o investimento previsto para esse serviço é de US$ 353 milhões


Foi dada a ordem para iniciar as obras dos lotes 1, 2 e 4 correspondentes ao trecho 3 da Rota Bioceânica no Paraguai. O setor abrange a rota PY15, com 225 km de extensão, ligando a cidade de Mariscal Estigarribia a Pozo Hondo, na região do Chaco.

Chefe interino da Unidade de Execução do Projeto Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata), o engenheiro Alfredo Sánchez disse que, a partir de agora, com a ordem de início dos serviços de melhoria e pavimentação, as empresas têm um prazo de seis meses para preparar o projeto executivo.

“Estamos a fazer todo o trabalho necessário para podermos garantir que esses seis meses possam ser reduzidos ao máximo para que possamos ter máquinas nas encostas o mais rapidamente possível”, disse. O investimento previsto para esse serviço é de US$ 353 milhões (R$ 1,78 bilhão).

A Rota Bioceânica é uma mega estrada que tem como objetivo ligar o Oceano Atlântico ao Pacífico passando por quatro países: Brasil, Paraguai, Argentina e Chile. Dessa forma, o Porto de Santos (SP), no Brasil, estará conectado aos complexos de Iquique, Mejillones e Antofagasta, no Chile.

“É um corredor de pouco mais de 8 mil km, dos quais cerca de 600 quilômetros em solo paraguaio”, destacou Alfredo Sánchez.

Comments


bottom of page