top of page
Buscar

Campanha de prevenção de acidentes nas estradas pretende capacitar mais de 100 mil motoristas

Blog do Caminhoneiro | 19/09/2023

No Brasil, estima-se que a cada ano, mais de 2500 pessoas morrem em acidentes envolvendo caminhões, o equivalente a 28 aviões comerciais lotados, segundo o Anuário Estatístico da Polícia Rodoviária Federal 2021. O país também é o terceiro maior em número de mortes no trânsito, de acordo com o relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) de 2022, uma posição preocupante.


Diante deste cenário e com objetivo de colaborar para a construção de estradas mais seguras, a MundoLogística, principal veículo de comunicação focado no ecossistema logístico, acaba de lançar o programa Estradas do Futuro. A ação, que conta com o patrocínio da nstech, mais completa plataforma open logistics do mundo e apoio da Onisys, plataforma de prevenção de acidentes rodoviários, da Associação Brasileira de Operadores Logísticos (ABOL) e da ABRALOG, espera capacitar mais de 100 mil motoristas.

Através do programa, as empresas pretendem impactar positivamente mais de 2 milhões de profissionais da área de logística com conteúdos educativos. O objetivo é ambicioso e espera zerar o número de acidentes nas estradas através de ações de educação, eventos e campanhas de conscientização que vão dar visibilidade à urgência dessa discussão.

“Queremos ser catalisadores da causa e para isso, precisamos não só disseminar o assunto dentro das organizações, mas oferecer ferramentas para essa atuação mais preventiva. A ideia é unir empresas do ecossistema, difundir conhecimento e práticas que possam conduzir e mobilizar a sociedade para esses avanços que vão gerar mais segurança e competitividade a cadeia de negócios do país”, explica Marco Guapo, CEO da MundoLogística.

O Estradas do Futuro está centrado em seis pilares principais que orientam os principais objetivos do programa. O primeiro é reconhecer a importância do papel do motorista no transporte rodoviário de carga no Brasil, seguido por capacitá-lo com cursos online e conteúdos atualizados. Trazer dados sobre acidentes e mortes, identificar regiões mais críticas e divulgar os resultados para a sociedade são outros dois eixos da iniciativa. E por fim, propagar boas práticas para redução de acidentes e engajar organizações de diversos setores na pauta de segurança.


Tecnologia que pode salvar vidas no trânsito


Ainda alinhado ao propósito de transformar esse cenário no país, a nstech, patrocinadora master do programa, também lançou um relatório com dados de 500 mil horas de monitoramento, realizadas pela Onisys, empresa que compõe a plataforma. O levantamento trouxe luz a questões importantes a respeito do comportamento dos motoristas e os riscos de desvios de conduta. Entre abril de 2020 e de 2023, foram monitorados 3.025 motoristas e captados 400 mil desvios envolvendo interação com objetos, uso de celular, entre outros.

“O uso da tecnologia sem dúvidas será essencial para adotar medidas e prevenir riscos. A inteligência artificial, usada na solução de monitoramento de cabines da Onisys, por exemplo, foi capaz de identificar atos inseguros que colocam em risco a segurança de motoristas, de terceiros, das cargas e do meio ambiente”, explica Leonardo Campos, CEO da Onisys.

Comments


bottom of page