top of page
Buscar

DER-MG autoriza circulação dos primeiros super rodotrens de 91 toneladas

Foto: Frances Prado/Sergomel


Concessão de AET acontece logo após apresentação de todos os laudos técnicos e estudos, além de melhorias nas vias onde circularão; Super rodotrens são exclusivos para o transporte de cana-de-açúcar

A safra brasileira de cana-de-açúcar 2022/2023 contará com um importante reforço no escoamento da produção. Trata-se dos primeiros super rodotrens de 11 eixos e 91 toneladas de Peso Bruto Total Combinado (PBTC), autorizados a circularem no estado de Minas Gerais.

As primeiras Autorizações de Especiais de Trânsito (AET’s) do Brasil para esse tipo de configuração, foram concedidas pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) à Delta Sucroenergia, usina localizada no município de Delta, MG. Todo o processo contou com o apoio da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig).

Para obter as AET’s, a Delta Sucroenergia cumpriu série de requisitos estabelecidos pela Resolução nº 872 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). Destaque para a apresentação de um Estudo Técnico comprovando a compatibilidade das Combinação de Veículo de Carga (CVC) onde irão circular; Laudo Técnico da CVC, assinado por um responsável técnico, engenheiro mecânico ou automotivo habilitado; certificado de avaliação de conformidade emitido pelo INMETRO ou organismo por este acreditado; Estudo de Viabilidade de Tráfego da CVC no percurso proposto; e Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) do Estudo Técnico e do Estudo de Viabilidade de Tráfego.

Além dos trâmites legais e técnicos, a usina sucroalcooleira também investiu em uma série de melhorias rodoviárias nos trechos em que os super rodotrens irão circular, como, realocação e melhoria nas entradas e saídas de fazenda, emplacamento de acordo com a resolução e implantação de pistas de aceleração e desaceleração.

“A emissão da primeira AET referente a veículos 11 eixos no Brasil para transporte de cana-de-açúcar abre as portas para outras empresas do setor, pois, houve um extenso debate inicial entre os órgãos de fiscalização e as empresas de consultoria para chegar em um padrão aceitável referente aos levantamentos das vias, laudos técnicos e demais estudos necessários para tanto. Esse aprendizado beneficiará, sem dúvidas, o Estado de Minas Gerais e outros entes da federação”, destaca José Holanda Neto, diretor de Operações Delta Sucroenergia.

Sobre os super rodotrens

Configuração exclusiva para o transporte de cana-de-açúcar, os super rodotrens são vistos atualmente como a melhor alternativa para reduzir custos do transporte e aumentar a produtividade do setor, além de combater a circulação dos tradicionais rodotrens (74 toneladas) com excesso de peso.

De acordo com a Resolução nº 872, os super rodotrens devem ter altura máxima de 4,40 metros e comprimento mínimo de 28 metros e máximo de 30 metros. Além disso só podem ser tracionados por cavalos mecânicos 6×4 com Capacidade Máxima de Tração (CMT) superior ao PBTC de 91 toneladas e potência mínima de 519 cv. Ainda segundo a resolução, os super rodotrens só podem circular em rotas de no máximo 80 quilômetros de distância, a uma velocidade máxima de 60 km/h. O documento proíbe que as combinações de veículos de carga circulem em comboio.

bottom of page