Buscar

Em audiência com comitiva, Ministro da Infraestrutura, garante agilidade na federalização da TO-050

Fonte: Coluna Cleber Toledo

08/04/2022


Márcio Pinheiro, Wanderlei Barbosa, Marcelo Sampaio Cunha e Vicentinho Júnior em reunião em Brasília (Foto: Elisângela Silva/Secom) Tocantins

O governador Wanderlei Barbosa (Republicanos), o deputado federal Vicentinho Júnior (Progressistas) e o presidente da Agência de Transportes e Obras (Ageto), Márcio Pinheiro, tiveram agenda nesta quarta-feira, 6, com o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha, para tratar da federalização de trechos de rodovias estaduais. O Tocantins já tem legislação sancionada que autoriza a transferência da TO-355, a Transcolinas, e da TO-050 para a União. Conforme o Estado, a segunda – que liga Silvanópolis e o de Aparecida do Rio Negro – está com o processo mais avançado, mas só se tornará BR-010 após a assinatura do termo de transferência ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).


“A nossa busca é federalizar os trechos mais estratégicos para escoação da produção agrícola. Nós estamos trabalhando para fazer a obra, até mesmo aportando recursos se for necessário. É um trabalho de via dupla. Vamos fazer um esforço para que seja concretizada a recuperação desses trechos até julho”, comentou chefe do Poder Executivo.


Garantia de máxima agilidade


Na audiência com Marcelo Sampaio, o governador Wanderlei Barbosa recebeu a garantia de máxima agilidade no processo de federalização da TO-050, que passará a ser BR-010. “Uma vez federalizada, o Estado do Tocantins fará um aporte financeiro ao governo federal para que se utilize os contratos vigentes e proceda a imediata recuperação do trecho entre Porto Nacional e Silvanópolis”, acrescentou. Márcio Pinheiro adiantou que será firmado um convênio entre o Ministério da Infraestrutura e o Tocantins para um recapeamento provisório, até o DNIT realizar a recuperação definitiva da BR-010.