top of page
Buscar

Especialistas dão dicas para aumentar a segurança no transporte de cargas



O transporte de cargas no Brasil enfrenta diversos obstáculos que podem colocar em risco as mercadorias transportadas e também a vida dos motoristas que trabalham nas estradas. As dimensões continentais do país estão entre os principais desafios.


A extensão territorial e diversidade geográfica dificultam o acesso a algumas regiões, com isso, muitas estradas não têm uma boa infraestrutura, o que pode resultar em condições precárias para o transporte de cargas e acidentes. Segundo a Confederação Nacional do Transporte, mais da metade das rodovias brasileiras estão em situação regular, ruim ou péssima.

Fabio Marton, diretor geral da Overhaul Brasil, empresa global de gestão de risco e visibilidade logística independente de dispositivos, também aponta que faltam paradas seguras para os motoristas, e em áreas remotas, outro desafio é a conectividade que pode dificultar a comunicação e a troca eficiente de informações. “Com tantos riscos nas estradas, algumas ações e soluções tecnológicas são essenciais para dar visibilidade ao transporte garantindo que a carga seja entregue no tempo previsto e sem intercorrências”, afirma ele.


Roubo de Cargas


Além dos desafios relacionados à extensão territorial do país e infraestrutura, o roubo de cargas é outro problema grave. Segundo dados do “Relatório de Roubo de Carga”, elaborado pelo Centro de Inteligência da Overhaul, o país registrou mais de 18 mil eventos de roubos de cargas entre janeiro e dezembro de 2023 e deve crescer ainda mais em 2024.

“O transporte rodoviário continua sendo o principal modal para o transporte de cargas e com isso, a infraestrutura permanece enfrentando desafios de falta de manutenção e segurança. Com esse cenário e a retomada da economia e o aquecimento do setor de logística, podemos esperar um aumento no número de roubos de cargas em 2024”, revela o gerente de Inteligência da Overhaul, Reginaldo Catarino.

Cargas de alto valor, como eletrônicos, produtos farmacêuticos e combustíveis, são os mais visados. “Para lidar com esses riscos é essencial que as empresas adotem práticas robustas de segurança, invistam em tecnologias e treinamento, e estejam cientes das condições específicas das rotas e regiões em que operam. Além disso, a colaboração com autoridades e ações conjuntas entre empresas do setor podem contribuir para a melhoria geral da segurança no transporte de cargas no Brasil”, revela o gerente de Inteligência.

Para garantir a segurança das mercadorias e das pessoas envolvidas, os especialistas dão algumas dicas para aumentar a segurança no transporte de cargas:


Planejamento de Rotas:

  • Planeje rotas seguras, evitando áreas de alto risco.

  • Utilize sistemas de navegação atualizados que forneçam informações em tempo real sobre condições de tráfego e alertas de segurança.


Treinamento de Motoristas:

  • Manuseio correto das cargas

  • Direção segura e práticas de direção defensiva

  • Manutenção Preventiva

  • Primeiros socorros


Manutenção preventiva veículos

  • Verifique regularmente a condição dos pneus, freios, luzes, limpadores etc.

  • Faça manutenções preventivas


Rastreamento por GPS em tempo real

  • O monitoramento em tempo real ajuda na recuperação rápida em caso de roubo e fornece informações importantes para a gestão logística.


Tecnologia de Segurança:

  • Instale câmeras de monitoramento nos veículos para registrar atividades ao redor.

  • Considere o uso de dispositivos de segurança, como travas eletrônicas e sistemas de alarme.

Comunicação Eficiente:

  • Estabeleça canais de comunicação eficientes entre motoristas, equipes de logística e autoridades de segurança.

  • Incentive relatórios imediatos sobre incidentes ou atividades suspeitas.

Para finalizar, Fabio Marton alerta que “a segurança no transporte de cargas é uma abordagem abrangente que envolve diversos aspectos, por isso, a combinação de tecnologia, treinamento, monitoramento e cooperação é essencial para mitigar riscos e garantir operações seguras”.

コメント


bottom of page