Buscar

Folha de S. Paulo conquista o grande Prêmio CNT de Jornalismo 2022

POR IMPRENSA | NOV 11, 2022 | EVENTOS, NOTÍCIAS

Série de reportagens mostrou dribles licitatórios em obras de pavimentações e indícios de corrupção em esquemas com empresa de fachada e direcionamentos na Codevasf, além de descontrole em relação a R$ 4 bilhões na estatal

Os vencedores do Prêmio CNT de jornalismo 2022 foram revelados nesta quinta-feira (10). O Grande Prêmio desta edição foi para a série de reportagens “A farra das pavimentações da Codevasf”, de Flávio Ferreira, Mateus Vargas e Guilherme Garcia, da Folha de S.Paulo. O trabalho, que garantiu uma premiação de R$ 60 mil, revelou dribles licitatórios e indícios de corrupção em meio a esquemas com empresa de fachada e direcionamentos na Codevasf, além de descontrole em relação a R$ 4 bilhões na estatal. A apuração durou quatro meses e aliou jornalismo de dados, investigação política e orçamentária em São Paulo e Brasília e apurações de campo no Maranhão e no Tocantins.

Os vencedores das outras categorias recebem R$ 35 mil cada um. São eles: “Desafios do transporte público de Guarapuava”, de Cléber Moletta Gomes, da Rádio Cultura FM – Guarapuava (PR), na categoria Áudio; “A ausência de asfalto em 88% das estradas brasileiras isola comunidades inteiras no interior do país”, de Igo Estrela, do portal Metrópoles, na categoria Fotojornalismo; “A licitação superfaturada de ônibus escolares do FNDE”, de André Shalders, do Estado de S. Paulo, na categoria Impresso; “O progresso passou e se esqueceu de mim, na categoria Internet”, de Mirelle Pinheiro, do portal Metrópoles, na categoria Internet; “Setor de transporte busca tecnologias além do motor elétrico para zerar emissões”, de Luciana Dyniewicz, do Estado de S. Paulo, na categoria Meio Ambiente e Transporte; “A Máfia no transporte”, de Chico Regueira, na categoria Vídeo.

Os vencedores foram avaliados pelo corpo de jurados do Prêmio, que, neste ano, foi composto por: Caio Quero, editor chefe da BBC Brasil; Daniel Rittner, repórter especial do Valor Econômico; Gustavo Uribe, colunista de política da CNN Brasil; Rodrigo Orengo, diretor executivo de jornalismo da Band Brasília; e Luiz Afonso dos Santos Senna, PhD em Transportes e conselheiro-presidente da AGERGS (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul).

Confira os trabalhos vencedores

GRANDE PRÊMIO

“A farra das pavimentações da Codevasf”

Flávio Ferreira, Folha de S.Paulo

ÁUDIO

“Desafios do transporte público de Guarapuava”

Cléber Moletta Gomes, Rádio Cultura FM – Guarapuava (PR)

FOTOJORNALISMO

“A ausência de asfalto em 88% das estradas brasileiras isola comunidades inteiras no interior do país”

Igo Estrela, Metrópoles

IMPRESSO

“A licitação superfaturada de ônibus escolares do FNDE”

André Shalders, Estado de S. Paulo

INTERNET

“O progresso passou e se esqueceu de mim”

Mirelle Pinheiro, Metrópoles

MEIO AMBIENTE E TRANSPORTE

“Setor de transporte busca tecnologias além do motor elétrico para zerar emissões”

Luciana Dyniewicz, Estado de S. Paulo

VÍDEO

“A máfia no transporte”

Chico Regueira, TV Globo