Buscar

Governador de Goiás anuncia publicação de decreto para economia de energia no estado

Caiado também pediu aos prefeitos presentes durante o evento, que sejam um bom exemplo neste momento de crise hídrica no país


Por Dia Online

02/09/2021



O governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou, na manhã desta quarta-feira (1°/9), que Goiás deverá publicar um decreto para economia de energia durante a crise hídrica no Brasil.


O anúncio foi feito durante o evento de entrega de 45 pás carregadeiras para 42 municipios goianos, na sede da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), em Goiânia.


“Vamos economizar energia neste momento. Deem o bom exemplo em suas prefeituras, nos órgãos do governo. Todos nós sabemos do aumento na conta de luz”, disse o governador aos prefeitos presentes.


O evento também contou com a presença do vice-governador Lincoln Tejota, do presidente estadual do MDB, Daniel Vilela e demais lideranças, para a entrega dos equipamentos com valor unitário de R$289,9 milhões.


O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse em rede nacional, na terça-feira (31/8), que a crise hídrica no país se agravou e fez um apelo para um “esforço inadiável” de redução do consumo de energia elétrica.


Além do decreto para economia de energia, Goiás pode exigir comprovante de vacinação de pais que participam de programas sociais


Durante o evento desta quarta (1°), o governador Ronaldo Caiado anunciou também que um comprovante de vacinação contra a Covid-19, poderá ser exigido para os pais que participam de programas sociais em Goiás.


De acordo com o governador, é “inadmissível” que uma pessoa na faixa etária que já teve a vacina ofertada não ter se vacinado. Segundo Caiado, é necessário exigir que as pessoas tenham respeito pelas outras vidas e apresentem a confirmação de aplicação da dose, ou seja, o cartão de vacinação que é entregue nos locais de imunização no momento da aplicação da vacina.


“Essas pessoas não podem contaminar o ambiente e muito menos disseminar um vírus com tantos prejuízos que tem trazido, tantos óbitos e vidas que foram ceifadas em Goiás“, disse Caiado.