Buscar

Governo de MT define licitação de ponte no Nortão, asfaltamento nas regiões Sul e Oeste

Fonte: Estação Livre

07/04/2022


Foto: Banco de Imagens / Pixabay

O governo de Mato Grosso lançou licitação para construir uma ponte de concreto sobre o rio Paranaíta, na MT-208, entre Alta Floresta e Paranaíta. Com 100 metros de extensão, está orçada em R$ 7,3 milhões e fortalecerá o desenvolvimento da região. A licitação será realizada no próximo dia 27. Por esta via, onde será feita a ponte, transitam diariamente centenas de pessoas e é escoada boa parte da produção dos dois municípios.


Também serão lançadas licitações de asfaltamento de 26,3 quilômetros e recuperação de 83 km de rodovias estaduais. A secretaria de Infraestrutura e Logística planeja investir nestas obras R$ 155 milhões.


Será feito asfaltamento de 26,3 km da MT-235, em Comodoro, na região Oeste e a licitação está marcada para o dia 28, com orçamento referencial de R$ 34,3 milhões.


Para recuperar 21,26 km da MT-458/459, no município de Pedra Preta, na região Sul, vão ser aplicados R$ 13,3 milhões e tem o objetivo de restaurar as condições de trânsito da rodovia. O asfalto novo será fundamental para os moradores do distrito de Nova Galileia, que tem a rodovia como principal rota de acesso até a BR-364. A licitação será dia 25.


Outro trecho que será recuperado, também na região Sul, é a MT-299, que liga o terminal ferroviário de Itiquira até a BR-364, com restauração de 61,68 km e o Estado investirá R$ 34,1 milhões A licitação está marcada para 2 de maio.


Com essas duas licitações lançadas, a Sinfra chega a 11 editais de recuperação de rodovias publicados desde janeiro o que representa um investimento superior a R$ 300 milhões na recuperação de 663,6 km de rodovias estaduais.


Para o secretário Marcelo de Oliveira, esse investimento é fundamental para garantir a durabilidade das rodovias. “Seguimos uma determinação do governador Mauro Mendes de cuidar desse patrimônio, que é a malha rodoviária estadual. Com isso, conseguimos garantir as condições de trafegabilidade e o direito de ir e vir de todos os cidadãos”, afirma.


Todas as licitações serão realizadas na modalidade de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), pelo critério de menor preço e em lote único.