Buscar

Governo Federal lança obra de ferrovia entre Goiás e Mato Grosso

Ferrovia de Integração do Centro-Oeste terá 383 km de extensão e deve receber R$ 2,7 bilhões em investimentos provenientes da mineradora Vale


Por AEC Web

22/09/2021



Foto: YesPhotographers/Shutterstock


Em evento realizado na última sexta-feira (17), o Governo Federal lançou as obras da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico). Com 383 km de extensão, o projeto ligará a cidade de Mara Rosa, no norte de Goiás, até o município de Água Boa, no leste do Mato Grosso. O novo modal de transporte será importante para a logística do agronegócio na região, possibilitando que a produção seja escoada até os portos de Santos, em São Paulo, e de Itaqui, no Maranhão. Isso porque a Fico terá conexão com a Ferrovia Norte-Sul, que é considerada a espinha dorsal do sistema ferroviário nacional.

Com previsão de gerar 4,6 mil empregos, o projeto receberá R$ 2,7 bilhões — valor proveniente do mecanismo de investimento cruzado. Nessa modalidade de negócio, as empresas que possuem outorgas ferroviárias junto ao Governo Federal podem renovar os contratos a partir de outros aportes financeiros. No caso da Fico, a mineradora Vale providenciará os recursos em troca da renovação da concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas. “Trata-se de um modelo criativo”, destacou Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura.

“Pegamos a outorga da Vitória-Minas e estamos usando para fazer a Fico. Quando a ferrovia estiver pronta, e a Vale que irá construi-la, será sinônimo de qualidade. É certeza de sucesso, a ferrovia é do Estado”, afirmou Freitas, mencionando que o poder público realizará o leilão para operação e os valores recebidos serão investidos em outros projetos ferroviários pelo país.

Ainda de acordo com o ministro, a Fico receberá uma prolongação a partir de Água Boa e chegará até a cidade de Lucas do Rio Verde, também no Mato Grosso. Esse trecho de 557 km será executado por uma nova parceria privada, e o investimento será de cerca de R$ 6,4 bi.