Buscar

Governo Federal repassa recursos para saúde dos caminhoneiros

Ministério da Saúde repassará mais de R$ 1 milhão para 35 municípios investirem em ações de saúde de motoristas profissionais


Por Governo Federal

17/08/2021


Os municípios selecionados possuem Ponto de Parada e Descanso para motoristas profissionais (PPD)

Municípios brasileiros vão receber recursos do Governo Federal para investir em ações de saúde voltadas aos caminhoneiros. Serão atendidos 35 municípios de todas as regiões com um incentivo financeiro de R$ 30 mil, para cada um deles, para desenvolver ações da Atenção Primária à Saúde.


“O Ministério da Saúde está repassando mais de um milhão de reais para que o conjunto de municípios atue de forma mais efetiva nas ações de promoção, prevenção e cuidado em saúde para caminhoneiros e caminhoneiras. Esta é a primeira vez que o Ministério da Saúde repassa recursos aos municípios para que eles tenham esse olhar específico ao público de caminhoneiros e caminhoneiras”, disse o coordenador da Saúde do Homem do Ministério da Saúde, Gregory dos Passos Carvalho.


“Os caminhoneiros e caminhoneiras têm uma rotina de trabalho diferenciada. Muitas vezes passam dias longe de casa, sem ter acesso aos serviços básicos que são oferecidos pelo seu município de residência, como, por exemplo, aferir pressão, retirar medicamentos, atualizar o cartão de vacinação”, afirmou ao explicar a importância de incentivar esse tipo de ação para esses trabalhadores que ficam um longo período afastados de casa.


Ponto de Parada e Descanso


Os municípios selecionados possuem Ponto de Parada e Descanso para motoristas profissionais (PPD), certificados pelo Ministério da Infraestrutura. O objetivo é aumentar a adesão desse público aos programas e iniciativas já existentes nos municípios que sediam os pontos.


A Portaria com a lista dos municípios contemplados foi publicada no dia 11 de agosto no Diário Oficial da União. De acordo com o Ministério da Saúde, essa lista poderá ser ampliada havendo informação oficial do Ministério da Infraestrutura sobre a certificação de novos PPD e existindo prévia disponibilidade orçamentária e financeira.


“Desde 2020, de forma mais efetiva, o Ministério de Infraestrutura começou a avaliar e certificar Pontos de Parada em todo o país por meio do DNIT, ANTT e Antaq. Com isso, estamos tendo um aumento do número de Pontos de Parada certificados no país. E a tendência natural é que uma vez que o município tenha um ponto de parada certificado, aumente a circulação de caminhoneiros e caminhoneiras naquele território e, com isso, o município teria responsabilidade de ofertar atendimento para aquela população que ali circula também”, salientou Gregory dos Passos Carvalho.


Municípios contemplados


Os municípios contemplados com a verba deverão executar as ações em até 12 meses, a contar da data de recebimento dos recursos. A prestação de contas sobre a aplicação da verba deverá ser realizada por meio do Relatório Anual de Gestão. As cidades contempladas são:


Vilhena (RO)


Anapu (PA)


Benevides (PA)


Açailândia (MA)


São Luís (MA)


Altos (PI)


Lagoa do Piauí (PI)


Teresina (PI)


Cabrobó (PE)


Nossa Senhora do Socorro (SE)


Rosário do Catete (SE)


Feira de Santana (BA)


Itabuna (BA)


Frutal (MG)


Itatiaiuçu (MG)


Rio Manso (MG)


São Gonçalo do Sapucaí (MG)


Três Maria (MG)


Barra Mansa (RJ)


Porto Real (RJ)


Resende (RJ)


Rio de Janeiro (RJ)


Curitiba (PR)


Alegrete (RS)


Camaquã (RS)


Canoas (RS)


Caseiros (RS)


Gravataí (RS)


Ijuí (RS)


Osório (RS)


Passo Fundo (RS)


Santa Maria (RS)


Sarandi (RS)


Goiatuba (GO)


Brasília (DF)