Buscar

Governo quer encaminhar reforma tributária ao Congresso na quarta

Os ministros discutiram uma proposta do Ministério da Economia para reformar o imposto de renda, assim como o melhor momento para o envio da peça para o parlamento


Por Valor

22/06/2021



O governo pretende encaminhar a proposta de reforma tributária ao Congresso nesta quarta-feira, disse ao Valor uma fonte com conhecimento do tema. A reforma foi tratada em uma reunião hoje entre o presidente Jair Bolsonaro e ministros no Palácio do Planalto.

Participaram do encontro Paulo Guedes (Economia), Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil), Flávia Arruda (Secretaria de Governo) e Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral).

Os ministros discutiram uma proposta do Ministério da Economia para reformar o imposto de renda, assim como o melhor momento para o envio da peça para o parlamento.

Segundo apurou o Valor, o Ministério da Economia definiu uma proposta de tributação de dividendos em 20%, com faixa de isenção de R$ 240 mil por ano (R$ 20 mil por mês).

A pedido do Palácio do Planalto a equipe de Guedes estava revisando a proposta de tributação de dividendos de modo a incluir uma faixa de isenção no desenho. O site “Poder 360” noticiou a definição do valor de R$ 20 mil por mês, informação confirmada pela reportagem do Valor.

Essa cobrança visa financiar a redução do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) em cinco pontos percentuais, de 25% para 20%. Também deve ajudar a bancar o reajuste das faixas de tributação do IR Pessoa Física (IRPF), cujo limite de isenção caminhava para ser fixado em R$ 2,4 mil.