top of page
Buscar

MAN comprova redução de ruído de caminhões elétricos

Blog do Caminhoneiro | 08/08/2023

A MAN Truck & Bus está participando do “Estudo de mobilidade em logística de baixo ruído” realizado pelo Fraunhofer Institute for Material Flow and Logistics IML e patrocinado pelo Ministério do Meio Ambiente, Conservação da Natureza e Transportes do Estado de North Rhine-Westphalia, na Alemanha.

A ideia do estudo é desenvolver padrões de medição de ruídos durante as operações de entrega de cargas com caminhões.

Para os testes, a MAN usou um caminhão eTruck, que chegará ao mercado em 2024. De acordo com a montadora, em baixas velocidades, o caminhão elétrico emite 50% menos ruídos do que um caminhão a diesel do mesmo tamanho.

De acordo com a montadora, o caminhão emite apenas 49 dB de ruídos enquanto roda a 20 km/h. O valor é praticamente o mesmo de um carro de passeio.

Alguns países da Europa, como a Holanda, já exige a execução de testes para emissão de ruídos, especialmente na questão de entregas noturnas.

O estudo completo, com todos os dados obtidos, será publicado apenas em 2024.

Os dados foram coletados, entre outras coisas, durante uma série de medições na pista de testes da MAN em Munique. Os especialistas enviaram o MAN eTruck e um MAN TGX 18.510 convencional movido a diesel da mesma classe de peso para a pista e mediram seus níveis de ruído.

Os caminhões em questão estavam engatados em semirreboques com peso total de 40 toneladas. Os funcionários do centro de medição instalaram medidores de nível sonoro portáteis calibrados à direita e à esquerda da faixa de rodagem, cada um a uma distância de 7,5 m do caminhão.

Vários cenários foram simulados na pista de testes da MAN e suas emissões de ruído foram medidas: Em primeiro lugar, dirigir a 20 km/h com o sistema de alerta acústico AVAS ligado – isso envolve ruídos de direção artificiais porque o ruído de rolamento dos pneus só pode ser ouvido claramente acima uma velocidade de aprox. 20km/h.

Outras medições foram feitas a 30 km/h e em marcha-à-ré com o sistema de aviso de marcha-à-ré ligado e desligado. Além disso, os dados foram coletados na abordagem acelerada. Cada medição foi realizada pelo menos dez vezes.

bottom of page