top of page
Buscar

MAN TGL ganha versão cavalo mecânico

O MAN TGL é um modelo médio produzido para o mercado Europeu, que geralmente sai de fábrica em versão chassi rígido, sendo usado para operações de transporte de cargas em áreas urbanas. Mas o modelo padrão nem sempre é o adequado. É aí que entram empresas como a Wierda, da Holanda.


Essa empresa é especializada na conversão de caminhões, especialmente modelos MAN, para quase todo tipo de operação, criando modelos maiores ou menores, de acordo com o gosto do cliente.

Ontem a empresa revelou sua mais nova criação, um cavalo mecânico baseado no MAN TGL, na versão 12.250, que teve o chassi encurtado e recebeu uma quinta-roda padrão sobre o chassi.

A vantagem desse caminhão é a possibilidade de utilização de implementos superbaixos, com apenas 83 centímetros de altura do chão, garantindo a circulação em áreas com limitação de altura.

Além dos atributos de potência, o caminhão recebe o sistema MAN OptiView, que substitui os retrovisores tradicionais por câmeras e telas, reduzindo o arrasto aerodinâmico e melhorando a visibilidade para o motorista.

Outra vantagem do modelo é que, apesar de ser um caminhão médio, recebe cabine leito, quase do mesmo tamanho do que a cabine usada no MAN TGX, o maior caminhão produzido pela MAN.

O caminhão foi comprado pela Janus Vaten, e recebeu um implemento sider de um eixo. A visão desse caminhão é curiosa, já que a parte de cima, cabine e implemento, tem tamanho padrão de um modelo pesado, e a parte inferior, com para-choque e pneus pequenos, causando alguma estranheza para quem vê.

Comments


bottom of page