Buscar

Mato Grosso lidera retomada da economia brasileira, diz consultoria

Combinação de fatores fiz o agro, a indústria e os serviços cresceram com flexibilização das restrições após a segunda onda da covid


Por O Livre

17/08/2021


Foto: Binyamin Mellish / Pexels

Mato Grosso lidera a retomada da economia no país. O Estado cresceu 6% no segundo trimestre do ano, junto com Tocantins, e registrou o melhor índice dentre as unidades federativas.


Conforme os dados da consultoria 4intelligence, o resultado é uma combinação de fatores que impulsionaram a economia após a flexibilização das medidas restritivas, no começo do ano, quando houve subida do risco de contágio na segunda da covid-19.


O agronegócio, a indústria e os serviços consolidaram a indicação de bons números entre abril e junho, elevando o Produto Interno Bruto (PIB) para 6%. As boas safras fizeram o agro crescer 1,9%. A soja novamente foi o destaque do setor, com crescimento nacional de 8,9%, conforme a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


A indústria, que ainda passava por problemas de falta de insumos desde agosto de 2020, conseguiu crescer 3,5% em Mato Grosso. Foi o melhor índice no Centro-Oeste para o período e acompanhou Minas Gerais, no Sudeste.


Contudo, o destaque ficou com os serviços. Foi setor que teve o maior crescimento em Mato Grosso e no país. A consultoria 4intelligence aponta expansão de 8,1%. Os índices mais próximos foram de Tocantins e Mato Grosso do Sul, ambos com 5,6%.


O levantamento também cita o reabastecimento de serviços às famílias, que tiveram forte impacto com a segunda onda. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso (Federação-MT) disse que o comércio teve melhores resultados, no primeiro semestre, que o esperado antes da pandemia para 2020.


O índice de endividamento das famílias recuou e, no sentido inverso, aumentou a intenção de consumo.