Buscar

Mato Grosso salta para 7ª posição no Ranking de Competitividade dos Estados

Por Só Notícias

01/10/2021


Foto: Só Notícias


O governo de Mato Grosso foi destaque na edição deste ano do Ranking de Gestão e Competitividade dos Estados, saltando da 9ª para a 7ª posição entre os melhores do país. O ranking foi divulgado hoje, em evento promovido pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em São Paulo (SP), que contou com a participação do governador Mauro Mendes (DEM). Também esteve no evento o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra.


O levantamento analisa 86 indicadores, distribuídos em dez pilares temáticos considerados fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública dos estados brasileiros: Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação.


Mato Grosso evoluiu consideravelmente no ranking, tendo maior destaque nos pilares de Infraestrutura, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Potencial de Mercado e Sustentabilidade Social.


De acordo com o governador, esse resultado positivo foi obtido por conta de todo o trabalho realizado desde o início da gestão, em 2019. “Encontramos o Estado, no início de 2019, com uma realidade muito ruim, com salário atrasado, 13° atrasado, dívidas de até 8 meses com fornecedores, repasses obrigatórios aos municípios na Saúde com até 11 meses de atraso. E para realidade ruim não há remédio fácil. Com a ajuda da Assembleia Legislativa, adotamos uma rígida política fiscal, cortando gastos, reduzindo despesas e também trabalhando para melhorar as receitas públicas”, relatou.


Trabalhando com esses pilares, conforme Mauro Mendes, o governo estadual conseguiu reequilibrar as contas, executar um grande programa de investimentos e avançar de Nota C no Tesouro Nacional para Nota A em relação à capacidade de pagamento. “A consequência disso é que o Estado de Mato Grosso esse ano, mesmo com pandemia, está investindo 15% da Receita Corrente Líquida, o que significa fazer efetivamente política pública, porque vamos fechar a gestão asfaltando 2.5 mil quilômetros de rodovias, seis hospitais, construindo e reformando escolas, investindo pesado em Segurança Pública. Fizemos aquilo que era melhor olhando para o conjunto da sociedade, atingindo o maior número de pessoas por meio dessas políticas públicas”, destacou, ao agradecer o apoio da Assembleia Legislativa, dos servidores e de toda a população nesse resultado.


Para o secretário Basílio Bezerra, esse desempenho coloca Mato Grosso na elite dos Estados brasileiros. “Nos destacamos na Infraestrutura, Educação, Segurança, Eficiência. Mato Grosso está na elite dos Estados em várias áreas. Estamos entre os sete melhores no ranking e isso é uma prova contundente de que o Estado está no caminho certo e o nosso objetivo é melhorar ainda mais”.