top of page
Buscar

No Parlatino, senadores falam em integração para aliviar efeitos da guerra e da pandemia

Da Redação | 05/09/2022, 16h58

Parlamentares dos 23 países que compõem o Parlamento Latino-Americano e Caribenho se reuniram nesta segunda-feira (5) em João Pessoa

Juliana Santos/Assessoria de imprensa da Senadora Daniella Ribeiro


O Brasil é sede, até a próxima terça-feira (6), das reuniões do Parlamento Latino-Americano e Caribenho (Parlatino). No encontro, iniciado nesta segunda-feira (5), em João Pessoa, parlamentares dos 23 países que compõem o grupo discutiram em comissões temas como meio ambiente e segurança pública.


“Para que evoluamos cada vez mais, não apenas em posição mundial, mas em melhorias para o nosso povo, necessitamos de cooperação, do fortalecimento das nossas instituições, da ampliação do alcance dos nossos acordos comunitários, da defesa constante dos direitos humanos e da liberdade de expressão, bases da democracia”, disse a senadora Daniella Ribeiro (PSD-PB), secretária de relações interinstitucionais do Parlatino.


Esta foi a primeira reunião do grupo no Brasil desde 2018. Para a senadora, o encontro vai servir para discutir temas que estão intimamente ligados a todas as nações. Na percepção de Daniella Ribeiro, cada vez mais é possível perceber que todos esses países compartilham de desafios e problemas comuns. “Ao realizar um evento como este, queremos ir além. Queremos e devemos compartilhar as nossas soluções", disse.


De acordo com a presidente do Parlatino, a senadora argentina Silvia Giacoppo, é preciso reagir de forma decisiva para aliviar em curto e médio prazos os efeitos da pandemia de covid-19 e da guerra na Ucrânia.


“Temos trabalhado nos últimos meses com esse objetivo em mente. Nesse sentido, reconhecemos e aplaudimos o trabalho que as comissões têm feito durante suas deliberações, a fim de trabalhar na busca constante de conhecimento para oferecer soluções contra as ameaças que afetam os cidadãos de nossos povos", afirmou a senadora argentina.


O senador mexicano Ricardo Velázquez Meza, secretário de Comissões do Parlatino, afirmou que entre as discussões da Comissão de Meio Ambiente e Turismo está a questão da mobilidade elétrica, que se torna ainda mais relevante diante dos altos custos da gasolina. Já entre os temas da Comissão de Segurança Pública ele destacou os neuro-direitos e do neuromarketing.


Parlatino


O Parlatino foi fundado em 1964 como uma organização regional, permanente e unicameral. O grupo reúne parlamentares de 23 países e trabalha principalmente em questões políticas relacionadas à integração do continente.


Integram o Parlamento Latino-Americano e Caribenho: Argentina, Aruba, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Curaçao, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Suriname, São Martinho, Uruguai e Venezuela.


Com informações de assessoria e do Parlatino


Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)


Kommentare


bottom of page