top of page
Buscar

Postos de Palmas (TO) registram falta de combustíveis; entenda

Fonte: G1 - Tocantins

16/03/2022


Bombas isoladas por falta de combustíveis — Foto: Antoniel Pereira/TV Anhanguera

Alguns postos de combustíveis começaram a ficar sem gasolina nesta terça-feira (15) em Palmas. O problema estaria sendo motivado por alguns fatores, como o aumento da demanda no fim da semana passada e a queda de uma barreira em trecho de ferrovia que transporta combustível para o estado. A previsão do sindicato da categoria é de que nos próximos dias a situação comece a se normalizar.


O representante de uma rede informou ao g1 que faltava gasolina em quase todos os postos da empresa em Palmas nesta terça-feira. Restava apenas a gasolina aditivada, que também estava perto do fim. Além disso, há baixo estoque de diesel na cidade.


A demanda pelos combustíveis cresceu na capital no fim da semana passada após o anúncio do reajuste pela Petrobras. Na quinta-feira (10) houve uma corrida aos postos, causando filas quilométricas de motoristas que tentavam abastecer antes do aumento.


Segundo o presidente do Sindicato dos Revenderes de Combustíveis do Estado do Tocantins (Sindiposto), a oferta dos produtos teria diminuído também devido a um problema na ferrovia, por onde passa a maior parte do combustível que chega ao estado.


"A gente teve um problema na ferrovia e isso atrasou a entrega de combustíveis na base de Porto Nacional. Acredito que até o fim da semana, início da próxima semana a gente vai ter uma normalidade", explicou Wilber Silvano.


A queda de uma barreira teria acontecido em um trecho da Estrada de Ferro Carajás, operacionalizada pela Vale. O combustível que abastece o Tocantins vem por esta linha e depois é transportado pela Ferrovia Norte-Sul até Porto Nacional.


O presidente explicou que há previsão de baixo estoque nos próximos dias, mas não há necessidade de correria. "Não vai faltar produto. Talvez fique um pouco mais restrito no sentido de que o posto ia lá e comprava muito de uma vez, não vai acontecer isso porque vai estar mais restrito o produto. A expectativa é que até o fim do mês vai estar normalizado esse processo", disse.


O que dizem os citados


A VLI, administradora da Ferrovia Norte-Sul, informa que o transporte de cargas na ferrovia está sendo feito regularmente, desde a liberação do trecho da Estrada de Ferro Carajás na noite de terça-feira, dia 8. A VLI esclarece que não é a concessionária desta ferrovia, por onde trafega por meio de direito de passagem para acessar o Porto de São Luís. A companhia informa que devido a alta demanda, o fluxo deve ser normalizado nos próximos dias.


A Vale informou que a operação do trecho foi retomada e segue normalmente.

Comments


bottom of page