top of page
Buscar

Procura firme e alta paridade de exportação da soja elevam cotações no Brasil

Fonte: O Presente Rural

03/05/2022



Foto: Arquivo/OP Rural


Demanda de indústrias domésticas e de importadores pelo grão estiveram aquecidas no país e a apreciação do dólar frente ao real foi outro fator de sustentação às cotações domésticas.


As demandas de indústrias domésticas e de importadores por soja estiveram mais aquecidas no Brasil nos últimos dias, cenário que impulsionou os preços internos, apesar da desvalorização internacional.


A apreciação do dólar frente ao real foi outro fator de sustentação às cotações domésticas.

Segundo colaboradores do Cepea, no geral, vendedores estiveram mais ativos no mercado, diante dos vencimentos de custeio; contudo, uma parcela de sojicultores segue retraída, à espera de novos avanços dos valores nos próximos meses, para quando a paridade de exportação indica preços maiores frente aos observados no spot nacional atualmente.


Entre 22 e 29 de abril, o Indicador CEPEA/ESALQ – Paraná subiu 1,38%, fechando a R$ 195,24/saca de 60 kg na última sexta-feira (29).


Para o Indicador ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá (PR), o avanço foi de 2,43%, a R$ 191,16/sc de 60 kg na sexta.

Comentários


bottom of page