top of page
Buscar

Produção de caminhões cresce 35,4% em agosto

POR IMPRENSA | SET 13, 2022 | NOTÍCIAS, OUTROS

Foto: Divulgação/Scania


Mesmo com o aumento da produção de caminhões em agosto, no acumulado de 2022 o setor registra queda de 2,7% em relação ao mesmo período de 2021

Após um longo período patinando, a produção de caminhões dá sinais de que a crise está terminando. Em agosto, a produção somou 17,2 mil unidades. Ou seja, houve alta de 35,4% em relação às 12,7 mil feitas em julho. Segundo dados da Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), na comparação com os 15 mil caminhões fabricados em agosto de 2021, a alta foi de 15,1%.

Seja como for, a produção de caminhões caiu em relação ao ano passado. De janeiro a agosto, foram feitas 101,7 mil unidades. Ou seja, 2,7% a menos do que as 104,5 mil fabricadas nos oito primeiros meses de 2021. Embora haja recuperação, a falta de componentes, sobretudo semicondutores, continua acontecendo.

Esforços logísticos

De acordo com o vice-presidente da Anfavea, Marco Saltini, “as montadoras têm trabalhado fortemente para reduzir os impactos desse problema. O reflexo disso foi um mês (agosto) sem paradas.” Segundo informações da associação, as fábricas estão operando com, em média, 65% da capacidade. O executivo afirma que, mesmo assim, o cenário é positivo na comparação com o de meses anteriores.

Além da alta na produção de caminhões, houve avanço nas exportações em agosto. Conforme a Anfavea, o envio a outros países somou 2,3 mil unidades. Como resultado a alta em relação às 2 mil exportadas em julho foi de 15,8%. Da mesma forma, na comparação com os 2,1 mil caminhões exportados no mesmo mês de 2021, o avanço foi de 12,9%.

O bom resultado também se reflete no acumulado de 2022. Assim, de janeiro a agosto, as fabricantes exportaram 15,5 mil caminhões. O seja, houve alta de 5,5% ante as 14,7 mil unidades exportadas entre janeiro e agosto de 2021. De acordo com a Anfavea, os principais destinos são Argentina, Chile e Peru.

Caminho da Escola impulsiona ônibus

O mercado de ônibus também ensaia retomada na produção. Nesse sentido, colabora fortemente o programa Caminho da Escola, cuja mais recente licitação prevê a compra de 7 mil unidades pelo governo federal. Segundo Saltini, apenas 200 ônibus foram entregues em 2021. A produção dos demais começou neste ano.

Como resultado, em agosto foram produzidos 3.564 ônibus. Segundo a Anfavea, isso representa alta de 13,9% ante as 3.130 unidades fabricadas em julho. Da mesma maneira, a alta foi de 136% na comparação com os 1.510 ônibus feitos em agosto de 2021. No acumulado dos oito meses, foram feitos 20.025 ônibus, uma alta de 49,8% ante os13.367 feitos de janeiro a agosto do ano passado.

Comentários


bottom of page