Buscar

Produtores estimam queda de mais de 20% na produção de milho em MT

Motivos são o atraso no plantio por causa da demora na colheita de soja e poucas chuvas em algumas regiões do estado


Por G1 MT

28/05/2021



Os produtores estimam perda de mais de 20% nesta safra de milho em comparação com a safra passada. Os motivos são o atraso no plantio por causa da demora na colheita de soja e poucas chuvas em algumas regiões do estado.


Os plantios de milho foram feitos a partir do dia 1° de março, exatamente por causa da falta de chuva, e isso afetou a safra, que veio logo na sequência.

De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Fernando Cadore, a previsão é de queda superior à estimada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). A entidade aponta perda de aproximadamente 7%.

“A estimativa é que a queda seja maior do que o mercado tem apontado. Nós acreditamos numa perda de produtividade superior a 20%, devido vários fatores, principalmente falta de chuva somada ao plantio fora da janela ideal. Esse é o nosso sentimento” pontuou. O presidente afirmou ainda que os produtores têm ido a campo inspecionar as lavouras de milho.

“É extremamente preocupante a segunda safra no estado e os números divulgados do mercado não condizem com a realidade no campo, a situação é bem pior do que estamos vendo nas estimativas de produção”, disse.


Apesar dessa queda estimada na produção, Mato Grosso continua sendo o maior produtor de milho do país.


A estimativa é de 34,98 milhões de toneladas nesta safra.