Buscar

Rodovias estaduais em péssimas condições atrasam viagens e põem em risco a vida dos motoristas

Problemas com buracos se repetem nas TO-010, TO-020 e TO-030.

Por G1 Tocantins

01/12/2021


Foto: Reprodução


Em todo o estado, rodovias em péssimas condições atrasam a viagem, colocam em risco a vida de motoristas e prejudicam o escoamento de grãos. Problemas com buracos se repetem nas TO-010, TO-020 e TO-030.


O asfalto na TO-020 foi inaugurado no ano de 2004. A rodovia foi considerada um avanço na época porque liga Palmas às regiões central, sul, leste e oeste do Tocantins. São 70 quilômetros, que teoricamente poderiam ser percorridos em uma hora. Mas com a pista cheia de buracos o trajeto leva mais tempo.


A rodovia é também uma rota agrícola, com plena expansão de plantio de grãos. Só que desde o lançamento do asfalto, há 17 anos, a manutenção é precária. A cada ano, os buracos aumenta.


O caminhoneiro Paulo Paulino disse que se não houver reparos, vai ser difícil escoar a próxima safra. "A tendência agora é só piorar por causa da chuva. Na hora de escoar a safra, está só a buraqueira".


É preciso ter paciência para percorrer o trecho fazendo 'ziguezague', aumentando e reduzindo a velocidade e desviando de crateras que aparecem.


Em um dos trechos entre Palmas e Aparecida do Rio Negro, a pista está tomada por buracos dos dois lados. A situação aumenta os riscos de acidentes.


O motorista Fábio de Jesus sempre passa pela TO-020 para visitar a avó que vive em Aparecida do Rio Negro. Para ele, é difícil entender a falta de iniciativa para resolver o problema da via.


"Eu aconselho os motoristas que passam aqui com frequência para que andem mesmo como se estivesse andando dentro da cidade, naquele limite de 50 ou 60 km/h para não correr risco de acontecer algo pior porque muito buraco. São buracos que às vezes a água fecha, você não enxerga. Tem lugar que nem asfalto tem mais. Está difícil, cada vez está pior".


Por todo o Tocantins, motoristas passam por dificuldades nas rodovias estaduais. No dia 23 de novembro, a TV Anhanguera e o g1 mostraram o descaso na TO-010, entre Palmas e Lajeado. O fluxo de veículos é intenso e a pista cheia de curvas. São 60 quilômetros com buracos. Além disso, falta acostamento.


"Já passei pelo perrengue de ter que parar a moto porque outro carro ultrapassava ou desviava do buraco, entrava na pista contrária, tive que parar a moto ou reduzir a velocidade", relatou o assistente de eletricista, Bruno Alves.


A TO-030 liga Palmas ao distrito de Buritirana e a situação também não é boa. A rodovia, que dá acesso ao Parque Estadual do Jalapão, principal ponto turístico do estado e que recebe visitantes do mundo todo, não tem nem asfalto.


Além disso, existem cinco assentamentos rurais na região com pequenas plantações agrícolas. As péssimas condições da rodovia afetam a vida de muitas pessoas, como a do vendedor Francisco Gildervan.


"A gente passa aqui todo dia, durante 30 dias rodando aqui nessa TO e estamos achando ruim porque tem muitos buracos. Acaba com o carro, a mola do carro tem que consertar devido aos buracos. É um sofrimento, às vezes chega a bater em outro carro para desviar dos buracos".


À TV Anhanguera, o governo do estado disse que a nova gestão está em processo de organização da Agência Tocantins de Obras, de recolhimento de informações e que as respostas serão dadas nos próximos dias.


Nesta segunda-feira (29), o governo informou que ainda esta semana está na agenda da Ageto o início da operação tapa-buracos no trecho de 36 km da rodovia TO-030, entre Taquaruçu a Buritirana. A rodovia serve como acesso dos dois distritos a Palmas. O objetivo dos serviços é diminuir a quantidade de buracos na pista e evitar a formação de crateras com as chuvas fortes que têm atingido a região.