top of page
Buscar

Senado fará sessão especial para homenagear Dia do Médico

Da Agência Senado | 27/10/2022, 11h17

Ana Volpe/Opas

Médico em atendimento à criança pelo Sistema Único de Saúde (SUS)


O Senado homenageará o Dia do Médico em Plenário nesta segunda-feira (31), às 16h. No Brasil, a data é comemorada em 18 de outubro, quando também é celebrado o dia de São Lucas, padroeiro da medicina. O requerimento (RQS 648/2022) para realização da sessão especial é do senador Izalci Lucas (PSDB-DF).


Segundo a justificativa do senador, São Lucas exercia a profissão de médico e também possuía vocação para pintura. Izalci explica que a medicina teve início com práticas experimentais, como tomar banho frio para baixar a febre, por exemplo.


“Somente no final do século é que se inicia a medicina moderna com o estudo da anatomia humana”, afirma o autor do requerimento.


Também assinaram o documento os senadores Chico Rodrigues (DEM-RR), Fabiano Contarato (PT-ES), Lucas Barreto (PSD-AP), Nelsinho Trad (PSD-MS), Mailza Gomes (PP-AC) e Mara Gabrilli (PSDB-SP).


Nas redes sociais, para parabenizar os profissionais de saúde na data comemorativa, outros senadores se manifestaram, entre eles, Otto Alencar (PSD-BA), Humberto Costa (PT-PE), Rodrigo Pacheco (PSDB-MG), Zenaide Maia (Pros-RN) e Simone Tebet (MDB-MS).


"Neste Dia do Médico, destaco a minha admiração e respeito aos profissionais que se dedicam em prol da vida e da saúde dos brasileiros e brasileiras", escreveu Pacheco.


“Parabéns para nós, médicas e médicos! Que tenhamos melhores dias onde a vida, o olhar humano e a defesa dos avanços científicos em prol do cuidado prevaleçam sobre quaisquer interesses momentâneos”, afirmou Zenaide.


Os senadores Otto Alencar, Humberto Costa e Simone Tebet também destacaram a atuação dos profissionais durante a pandemia da covid-19.


“Temos em comum o amor pelas pessoas, pela ciência. E é por isso que luto em Brasília. Para defender o SUS e levar saúde a todos, sempre defendendo a ciência como foi na pandemia e como será sempre que for preciso. Aos colegas de profissão, parabéns pelo dia”, disse Otto.


“Precisamos ainda celebrar o SUS, que conta com profissionais capacitados e foi essencial na pandemia, e ainda é, tratando as doenças e enfermidades advindas dela”, afirmou Simone.


“Parabéns aos profissionais de saúde que enfrentaram o descaso e a falta de apoio de um governo negacionista diante da pandemia mais grave do século”, pontuou Humberto.


Foram convidados para a reunião os seguintes profissionais:

  • José Hiran da Silva Gallo, presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM);

  • Marcela Augusta Montandon Gonçalves, presidente do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF);

  • Marta David Rocha de Moura, diretora da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS);

  • Omar Abujamra Junior, presidente da Unimed Brasil (Confederação Nacional das Cooperativas Médicas);

  • Ronaldo Alves Paulo de Sousa, oftalmologista;

  • Gustavo dos Santos Fernandez, diretor nacional de oncologia da Rede Dasa (Diagnósticos da América SA);

  • Sidney Mendonça, cardiologista e superintendente da Região Leste da Secretaria de Saúde do Distrito Federal;

  • Ivan Paulo Rêgo de Sousa, superintendente da Região Norte da Secretária de Saúde do Distrito Federal;

  • Raquel Medeiros, endocrinologista e gestora pública;

  • Ulysses Rodrigues de Castro, psiquiatra;

  • Danielle Brasil de Figueiredo, obstetra;

  • Paulo Giovanni Pinheiro Cortez, infectologista

  • Adenalva Lima de Souza Beck, diretora do Instituto de Cardiologia e Transplantes do Distrito Federal.

Por Mateus Souza, sob supervisão de Sheyla Assunção

Agência Senado

תגובות


bottom of page