top of page
Buscar

Suíça cria viaduto que anda para agilizar obras rodoviárias



A Secretaria de Estradas Federais da Suíça apresentou recentemente uma grande novidade em termos de tráfego rodoviário. Trata-se de um viaduto móvel, chamado de Astra Bridge, que permite que o tráfego continue fluindo normalmente enquanto trechos de estradas sejam recapeados, por exemplo.


A ponte, quando totalmente montada, pode ter até cem metros de comprimento, com 3,1 metros de largura. Quando montada, a estrutura permite que o tráfego normal circule sobre ela, enquanto máquinas e trabalhadores façam os serviços necessários na via.

Toda a estrutura é móvel, com acionamento por motores próprios, além de controle remoto, que faz com que tudo possa avançar em baixas velocidades, de 0,5 km/h. Pode não parecer muito, mas o ganho logístico é imenso, sem a necessidade de bloquear ou transferir o tráfego para outras regiões.

Além disso, o sistema permite que as obras sejam realizadas durante o dia, garantindo melhor qualidade de vida dos trabalhadores, e reduz o ruído para os moradores próximos, já que o período noturno é respeitado.

A ponte Astra pode ser utilizada, entre outras coisas, para pavimentação, substituição de cruzamentos de estradas ou reparação de pontes. Para a montagem da estrutura, são necessários caminhões com reboques baixos (prancha) e guindastes grandes, para que tudo seja encaixado corretamente.

O primeiro uso, como protótipo, aconteceu em 2022, na rodovia A1 entre Recherswil e Luterbach. A ponte funcionou como esperado, mas houveram alguns imprevistos. Apesar da obra ser realizada conforme o esperado, o tráfego acabou tendo congestionamentos, e algumas carretas mais baixas e pesadas tinham problemas para subir na ponte, que tinha o ângulo de inclinação muito elevado.

Por isso, depois do teste, a ponte passou por uma otimização completa. Muito foi trabalhado para aumentar a qualidade do fluxo de veículos, como o alargamento das pistas, e também a redução do ângulo de entrada e saída da estrutura, que passou de 6,1% para 1,25%.

Atualmente, a ponte permite que o tráfego circule por ela a 60 km/h, uma limitação técnica para evitar problemas na estrutura. Não existem restrições de tamanho de veículos, largura e etc., garantindo que o tráfego continue circulando normalmente.

A ponte Astra está agora sendo instalada em um novo trecho da Rodovia A1, entre Recherswil e Luterbach, no segmento que vai em direção a Zurique. Até o dia 17 de abril, a estrutura estará montada, e deve ficar totalmente operacional em agosto, quando será realizada uma obra na via.

O valor total da ponte é calculado em R$ 140 milhões, mas o ganho sem filas, engarrafamentos ou desvios de tráfego é imenso. Por isso, o país decidiu investir para que nada atrapalhe os motoristas que precisam circular nas áreas com obras.


コメント


bottom of page