Buscar

Tocantins pode aplicar recursos de mais de R$ 6 bilhões no plano safra 2021/2022

Por Coluna do Cleber Toledo

15/07/2021



O agronegócio tocantinense está consolidado no cenário nacional, onde os bons resultados mostram que esse segmento econômico continuará em franca expansão, principalmente nas atividades da agricultura e pecuária. De acordo com dados da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), na safra 2020/21, o plano safra aplicou em recursos cerca de R$ 5,5 bilhões. Para a safra 2021/22, tem-se expectativa de alcançar aporte de recursos superior a R$ 6,5 bilhões de reais, aumento entorno de 19%, incluindo produtores de pequenos, médios e grande porte.


Os levantamentos das safras realizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), apontam aumento considerável nos últimos 10 anos para a produção, saindo de 2,37 mi de toneladas para 5,6 mi de toneladas, já a área plantada saltou de 780 mil hectares para aproximadamente 1,6 mi de hectares. Esse aumento de área plantada e produção de grãos se deve em grande parte ao do aporte de recursos destinados ao Estado, que obteve crescimento de mais de 100%, saltando de R$ 2,7 bilhões na safra 2013/14 para mais de R$ 5,5 bilhões.


De acordo com o secretário executivo da Seagro, Adenieux Santana, a aplicação dos recursos se dá em diversos seguimentos agropecuários, entre eles, podemos mencionar a bioeconomia de produtos sustentáveis, custeio agropecuário para aquisição de insumos, subvenção de seguro rural, comercialização, armazenagem de grãos, investimentos em infraestrutura e aquisição de máquinas, implementos, animais além da agroindustrialização.


Adenieux Santana reforça ainda, que “um dos diferenciais em relação ao plano safra anterior veio por meio da ampliação de recursos para práticas sustentáveis com o fortalecimento do Programa ABC [Agricultura de Baixa Emissão de Carbono], elevação de 101% de recursos para esta finalidade”, explicou.


O secretário executivo da Seagro também destacou que o Tocantins possibilita o crescimento significativo no agronegócio nos próximos anos. “O Estado do Tocantins com o Maranhão, o Piuaí e a Bahia, região denominada (Matopiba), vai crescer muito na aplicação dos recursos destinados ao plano safra, tornando o recurso bem utilizado no segmento do agronegócio”, detalhou.