Buscar

Você conhece a COMJOVEM? Bom, pelo menos seus filhos precisam conhecer

Por FENATAC Comunicação

30/06/2021


Muitas empresas de transporte tem uma história parecida: nasceram do trabalho duro, da obstinação, da força de vontade de alguém que quase sempre começou dirigindo seu próprio caminhão por este Brasil afora.


Se hoje essas empresas são respeitadas, se disputam mercado e são referência, todo o mérito vai para seus fundadores, verdadeiros pioneiros que não mediram esforços para chegar aonde chegaram.


Mas outro ponto em comum entre essas transportadoras que cortam nossas estradas é o desafio de formar bem seus herdeiros, as novas gerações de empresários que têm a missão de dar continuidade e evoluir com os negócios começados por suas famílias.

Esta é uma preocupação mais do que legítima e esta “passagem de bastão” precisa ser muito bem feita. Os novos gestores, além de entender do negócio em si, terão de se aprimorar, adquirir mais e mais conhecimento e informação para implementar novas ideias, melhorando a cada dia suas empresas.


Nesse sentido, a troca de experiências é fundamental. Conhecer outros jovens empresários, entender suas aflições e ver como enfrentam alguma dificuldade faz toda a diferença.


Esse é um dos objetivos da COMJOVEM, o conselho dos Jovens Empresários, ligado à NTC.


Através da COMJOVEM, quem está tomando a frente de uma transportadora, seja de que tamanho for, poderá participar de eventos, encontros, palestras e uma série de iniciativas que, com certeza, ajudam muito no fortalecimento de cada gestor.


Nesse momento, temos orgulho de ver nascer a COMJOVEM CENTRO-OESTE, com o desafio de reunir nossos jovens em torno de um objetivo comum: unir as empresas e contribuir para que o negócio de transporte seja bem representado e se desenvolva cada vez mais.


Os coordenadores da nossa região são Vitor Lustosa e Bruno Marra, que já estão trabalhando e prontos para ouvir você ou seus herdeiros.


Procure a FENATAC, peça mais informações e entre em contato com eles. Os transportadores de cargas só tem a ganhar!