Buscar

Consórcio vai operar Rodovia Santarém-Cuiabá por dez anos

Fonte: Folha do Progresso

04/04/2022


Foto: Banco de Imagens/ Pixabay

A BR-163, conhecida como Santarém-Cuiabá, é um dos corredores econômicos mais importantes do Brasil, principalmente, para o escoamento da produção de grãos. A nova operadora vai administrar mais de mil quilômetros de estrada.


O governo federal e o consórcio Via Brasil BR163 assinaram nesta sexta-feira (1º) o contrato de concessão da BR 163/230 entre Mato Grosso e Pará. O consórcio vai operar a rodovia por dez anos, prorrogáveis por mais dois, e deve investir aproximadamente R$ 2 bilhões.


A nova operadora vai administrar mais de mil quilômetros de estrada. A rodovia é importante para o escoamento da produção agrícola. O trecho concedido fica entre Sinop, no Mato Grosso, e Miritituba, no Pará, onde tem um terminal portuário. (A informação é da Agência Brasiil|)


Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres, estão previstas três praças de pedágio, em Itaúba e Guarantã do Norte, no Mato Grosso, e Trairão, no Pará. O projeto inclui descontos para pagamento eletrônico e pontos de parada para caminhoneiros.


O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, destacou o serviço de atendimento aos usuários.


O leilão da rodovia foi em julho do ano passado. O consórcio Via Brasil BR163 foi o vencedor ao oferecer o menor valor de pedágio: sete centavos por quilômetro rodado.