top of page
Buscar

Limite do comprimento de caminhão articulado poderá excluir cabine, prevê projeto

Da Agência Senado | 24/08/2022, 08h39

Fonte: Agência Senado

Objetivo é incentivar montadoras a oferecerem cabines mais amplas, dando mais conforto aos motoristas

Lucas Ninno/GCOM-MT Fonte: Agência Senado


Projeto que tramita no Senado prevê que o limite de comprimento para os veículos de carga articulados não considere o tamanho da cabine. O PL 2.084/2022, do senador Jorginho Mello (PL-SC), altera o Código de Trânsito Brasileiro para permitir o aumento no tamanho da cabine e promover maior conforto ao motorista em sua jornada de trabalho.


O texto propõe que a Resolução 882/2021 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) — que define comprimento total como a medição entre as extremidades dianteira e traseira do veículo — deixe de considerar a cabine de veículos articulados de transporte de cargas, já que “para quem carrega, é economicamente inviável diminuir a capacidade de carga para aumentar a cabine de maneira expressiva”.


O autor do projeto explica que a atual legislação faz com que veículos de carga possuam cabines apertadas e sem o conforto necessário para o trabalho e descanso adequado dos condutores, podendo promover acidentes, uma vez que a chamada boleia se torna moradia para esses motoristas.


“Essa simples diferença no sistema de medição incentivará as montadoras a oferecerem veículos com cabines mais amplas e confortáveis aos caminhoneiros brasileiros, especialmente para um descanso mais restaurador”, defende Jorginho Mello.


Por Vinícius Vicente, sob supervisão de Patrícia Oliveira


Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Kommentit


bottom of page